Publicado por: PCdoB-PG | 16/10/2011

Artigo: ATÉ QUANDO?

Por Alnary Nunes Rocha Filho

Até quando vamos ficar nos guiando por gente cujo único propósito é fazer politicagem sem responsabilidade? Gente irresponsável, cretina, sem nenhum compromisso com a ética e com o povo brasileiro, que se esconde atrás da chamada “liberdade de imprensa”, “liberdade de expressão”, etc. Pervertendo a democracia tão dificilmente conquistada.

A Revista Veja, que pertence ao Grupo Abril, é a pior publicação, a mais baixa, o mais nojento e ignóbil veículo de comunicação que pode existir. Pois se arvora de polícia, juiz e executor público de governos e pessoas, lança mão de acusações sem exibir uma vírgula sequer de prova e consegue convencer gente que até se acha bem informada, por que a lê.

Até quando as pessoas vão acreditar, comprar, ler e repetir, reverberar, por diversos meios as pseudo informações publicadas por esse panfleto infecto? Desinformações que só interessam a um poderoso grupo empresarial que a mais de 8 anos vem querendo e tentando tomar de assalto o País através dos mais baixos golpes, desde matérias preconceituosas, passando por colunistas comprados, até as mais falsas acusações, sem nunca, em momento algum, produzir prova consistente, lançando injúrias, comprando pessoas para obter declarações acusatórias totalmente interesseiras.

Esse monte de lixo chamado Veja, jamais se retratou por nenhuma das falsas acusações que produziu, jamais deu o destaque necessário quando as pessoas acusadas são inocentadas, ou quando se descobre outros interesses que comprovam a falsidade de suas publicações. Os acusados, em suas páginas fedorentas, já são condenados na hora da compra da revista em banca ou no momento em que seus pobres e iludidos assinantes a abrem em casa.

É um absurdo que pessoas de bem, se pautem e assumam as matérias e propagandas conspiratórias da revista, suas fantasiosas opiniões, como verdades indiscutíveis, acreditem nelas e ainda por cima ajudem a espalhar as injúrias da Veja por diversos meios.

É simplesmente ridículo, e o pior, nem se dão conta do quanto estão sendo manipuladas, impiedosamente alienadas, alguns até mesmo se julgando mais inteligentes e mais informados do que o “resto”. Se acham até “cults”, “pops” e “cools”, “antenados” e modernos, sem perceber ou até conscientes do seu comodismo, de seus preconceitos de classe que tentam esconder e, se entregam a revista como autômatos sem cérebro e como repetidores sem reflexão.

Ainda bem, que essa podre publicação chamada Veja, está restrita a uma classe social que é minoria, que pensa que é chic, mesmo que a sua renda não seja assim tão chic, que pensa que manda, mas é mandada, e por mais que, na sua infinita ignorância seja convencida a repetir tanta idiotice, continuará a correr atrás do próprio rabo, até que pare um pouco e pense quem é que ganha com as injúrias, difamações, falsas acusações e calúnias que a Veja publica com sensacionalismo forçado e sem um pingo de responsabilidade e ética.

Ainda bem também que, mesmo dentro dessa classe, existem pessoas para as quais o presente texto é completamente desnecessário.

Alnary Nunes Rocha Filho é professor de Geografia, mestre em Ciências Sociais Aplicadas pela UEPG e Secretário Municipal de Formação do PCdoB-Ponta Grossa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: